/BLOG

Destaque:

Cobrança Factoring

4 dicas para melhorar a gestão em empresas de factoring


18/12/2017 | 1 Comentários | por Decisão

A boa gestão de um negócio é o princípio inerente ao sucesso de qualquer tipo de empreendimento. Para uma factoring não é diferente, com processos de gerenciamento comuns a outras empresas e outros que são determinantes para este segmento.

Se você está começando ou se já tem uma factoring em atividade, vale conferir se a sua estratégia de gestão considera os seguintes pontos:

1. Planejamento estratégico e constante

É aqui que você nutre o diferencial competitivo e a viabilidade da sua empresa de factoring. O planejamento estratégico tem a missão e o valor da empresa como linhas condutoras para onde é melhor direcionar recursos. No caso, é o investimento financeiro e em material, controle de equipe e o uso das tecnologias para melhores resultados.

Um bom planejamento estratégico precisa ser revisado constantemente. De modo geral, você precisa:

  1. Definir metas alcançáveis para curto, médio e longo prazo. Este será o termômetro que indicará se a sua concepção de negócio e a gestão estão no mesmo patamar. Com base nisso, trace atividades e priorize a ordem de execução delas conforme os resultados esperados;
  2. Identificar os pontos fortes e fracos da sua empresa. Veja o que destaca o seu negócio em relação aos concorrentes e que seja valorizado pelo cliente. Verifique com critério as fraquezas do negócio e quais pontos precisam de mais atenção para evitar resultados ruins;
  3. Analisar o mercado, seus concorrentes, a situação econômica e social e também identificar ameaças, tendências e oportunidades;
  4. Traçar alternativas para garantir o resultado. É ter um plano B, que considera todas as análises feitas, fraquezas internas e riscos de mercado e que, mesmo assim, podem reverter o cenário a partir de uma estratégia reforçada.

2. Gestão eficiente na comunicação interna e transações

A definição do plano estratégico é só uma parte para uma boa gestão em uma empresa de factoring. O plano tem que ser integrado à rotina do seu negócio e, por isso, é preciso sensibilizar os funcionários. Informe o posicionamento da empresa, quais as estratégias e, principalmente, como cada um pode contribuir para alcançar essas metas em comum. 

Além do envolvimento dos funcionários, uma factoring também precisa do amparo de uma empresa de contabilidade especializada neste segmento. É uma forma de evitar prejuízos legais e fiscais, uma vez que as atividades sejam documentadas e estejam de acordo com a legislação. 

3. Tecnologia para otimizar sua factoring

O mercado brasileiro de fomento mercantil já percebeu que a tecnologia é determinante para se manter competitivo e seguro. Além disso, tantas informações reunidas sobre clientes, economia, concorrência e a própria empresa só são úteis através do Business Intelligence.

É esta ferramenta que vai usar todos os dados a seu favor e de maneira flexível. Você define os parâmetros do cruzamento de dados para chegar a uma análise específica da sua empresa, do mercado ou mesmo do comportamento do seu cliente. Você pode identificar a taxa de inadimplência, índice de recompra e de liquidez, ticket médio e prazo de recebimento, entre outras opções.

O uso de um software de gestão também contribui para este tipo de análise. Além das ferramentas de gerenciamento, ele te ajuda a identificar tendências, potenciais riscos e até como reduzir os custos do empreendimento.

Esse tipo de programa acaba por blindar uma empresa de factoring de se envolver em fraudes e ainda otimiza processos, como emissão de documentos, lançamentos múltiplos e integração com empresas de proteção ao crédito.

4. Analisar e inovar a gestão, sempre

De nada adianta ter tantos dados se eles não se transformarem em ações concretas, integradas a novas metas. Uma empresa de factoring com gestão eficiente tem como hábito a análise constante e a redefinição das atividades. Estes indicam os sintomas onde algo precisa ser feito de maneira preventiva. E a ferramenta de Business Intelligence ajuda neste tipo de diagnóstico. 

Análise e controle são as tarefas primordiais para qualquer gestor, desde que esteja apto a implementar mudanças com base no desempenho. Essa etapa envolve também uma redefinição dos serviços, se for necessário. É o caso de decidir, por exemplo, se uma factoring será apenas de compra e venda de títulos ou também prestará assessoria aos clientes. 

Quer saber mais informações para a sua empresa de factoring? Confira essas e outras dicas também nas nossas redes sociais!

Compartilhar:

/DEIXE SEU COMENTÁRIO


Endereço

Rua Uberaba, s/n, Quadra 77, Lote 09,
Sobrado 03 - Jardim Luz
Aparecida de Goiânia - GO
74915-123.


Matriz - GO

(62) 4013-9300 / (62) 3280-9300


Filial - SP

(11) 5081-6033


Representante - MT

(65) 3646-8803 / 99227-5789

    Siga-nos: